close
Ana Claudia Oliveira da Silva

Ana Claudia Oliveira da Silva
Publicado dia 03 de dez de 2021 às 10:00

Sobrevivendo ao ambiente amazônico: mecanismos mitocondriais na determinação da tolerância à hipóxia

Autora: SUSANA BRAZ MOTA Posição: Estudante de doutorado – PPG-BADPI Fonte Financiadora: Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior - CAPES/INCT-ADAPTA II.

Sobrevivendo ao ambiente amazônico: mecanismos mitocondriais na determinação da tolerância à hipóxia

                                   O oxigênio é um elemento de fundamental importância para a manutenção da vida multicelular, dada à sua alta eficiência no processo de geração de energia nas mitocôndrias. Apesar disso, muitos ambientes aquáticos da região Amazônica apresentam concentrações extremamente baixas de oxigênio dissolvido, as quais muitas vezes são acompanhadas por oscilações, diárias e sazonais, na concentração desse elemento. Sobreviver nesse ambiente exige que muitos peixes desenvolvam ajustes mitocondriais para lidar com as demandas energéticas e eventuais danos causados pelo aumento de espécies reativas de oxigênio (ROS). O objetivo do trabalho a ser apresentado foi avaliar as respostas mitocondriais de três espécies de peixes tolerantes à hipóxia quando expostos à hipóxia, contínua e intermitente, avaliando os mecanismos de regulação mitocondrial e produção de ROS.