close
Ana Claudia Oliveira da Silva

Ana Claudia Oliveira da Silva
Publicado dia 16 de jul de 2021 às 10:00

Efeito das mudanças climáticas sobre genes associados ao crescimento e reprodução de Aedes aegypti (Diptera: Culicidae): aspectos moleculares e citogenéticos

Autor: Joaquim Ferreira do Nascimento Neto Posição: Doutorando - PPG-GCBEv Financiamento: Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior - CAPES/ INCT-ADAPTA II

  Efeito das mudanças climáticas sobre genes associados ao crescimento e reprodução de Aedes aegypti (Diptera: Culicidae): aspectos moleculares e citogenéticos

                                            As características ambientais da Amazônia, associadas ao regime de chuvas da região, favorecem o desenvolvimento de populações de mosquitos vetores e, consequentemente, a sua permanência e proximidade ao homem. O Aedes aegypti é vetor da dengue, zika, chikungunya e febre amarela urbana, sendo um dos principais mosquitos de importância médico-sanitária do mundo, e amplamente distribuído nas cidades amazônicas. A intensificação das mudanças ambientais e climáticas na Amazônia, podem promover alterações na regulação de genes associados ao estresse ambiental e variações hormonais do vetor. Os genes reguladores dos hormônios lipoforina e vitelogenina estão associados ao desenvolvimento das fases juvenis e sexuais do mosquito e, alterações climáticas e citogenéticas, podem afetar a sua regulação. Avaliar a transcrição destes genes, além da caracterização física do perfil da heterocromatina das células do ovário, ajudarão a investigar os mecanismos adaptativos de populações de A. aegypti nas décadas que se seguem (Figura 1), até o ano de 2100